Conheça 8 tipos de escala de trabalho mais utilizados nas empresas

Os tipos de escala de trabalho existem para que os funcionários cumpram suas funções durante o período determinado pela empresa. Autorizada pela Consolidação das Leis do Trabalho, a divisão da jornada diária é um recurso que prima pela organização e disciplina.

Cabe ao setor de Recursos Humanos alterar a escala, definindo dias e horários em busca da produtividade e da qualidade de vida dos colaboradores dentro e fora da companhia.

Por essa razão, é fundamental que os gestores estejam cientes sobre as especificações de cada uma das escalas, evitando o cansaço físico e mental dos funcionários.

Pensando assim, trazemos neste artigo os principais tipos de escala de trabalho e como organizá-los conscientemente.

O que é escala de trabalho?

Escala de trabalho é uma distribuição da jornada diária dos colaboradores, como a definição das folgas. De acordo com a CLT, profissionais habilitados podem trabalhar no máximo 44 horas semanais sem pagamento de horas extras.

Mesmo assim, a empresa deve organizar a vaga com os horários propostos, e estabelecer durante o processo de recrutamento e seleção para que os candidatos que se propõem a fazer parte da equipe aceitarem o período estipulado.

Do mesmo modo, um empregado que opta por trocar de turno deve conversar com a companhia antecipadamente para serem ajustadas as mudanças de turno, salários, entre outros benefícios.

Quais são os tipos de escala de trabalho?

Confira a partir de agora as principais escala de trabalho que seguem as normas da CLT:

Escala de trabalho 5×1

Neste modelo de trabalho, o colaborador recebe um dia de folga a cada 5 trabalhados. Normalmente as empresas escolhem por 7 horas de trabalho por dia e, no mínimo, uma folga de domingo ao mês.

Escala de trabalho 5×2

O mais tradicional dos modelos, na escala 5×2, o funcionário trabalha de segunda a sexta com folga aos finais de semana, em duração de 8 horas diárias.

Escala de trabalho 4×2

Aqui geralmente o profissional trabalha 4 dias e sua jornada de trabalho é estendida, porém, ele recebe horas extras e 2 dias de folga seguidas.

Escala de trabalho 6×1

Neste caso, são trabalhados seis dias seguidos com uma folga consecutiva. Essa opção conhecida como escala de revezamento acontece quando não há interrupção de trabalho. 

Um ponto importante é que quando o colaborador trabalha aos domingos e feriados, ele tem remuneração dobrada.

Escala de trabalho 6×2

Aqui o empregado cumpre suas atividades em seis dias da semana e folga dois dias consecutivos. Nesta opção, a duração diária é de, no máximo, 7 horas e 20 minutos.

Escala de trabalho 12×36

Neste formato, o profissional trabalha 12 horas e folga 36 seguidas. Do mesmo modo que a escala 6×1, é um tipo de empresa que não pode ter suas atividades interrompidas, muito comum em indústrias.

Escala de trabalho 18×36

Como no modelo anterior, o empregado trabalha por 18 horas e descansa por 36 horas, formato indispensável para longos períodos.

Escala de trabalho 24×48

Modelo mais rígido do que os demais, aqui o profissional trabalha por 24 horas e descansa por 48 horas, uma categoria que segue esse formato é o de policiais.

Como manter um controle da escala de trabalho?

É muito comum que as empresas errem na hora de criar uma escala de trabalho eficaz, pois envolve diversos fatores para que não prejudiquem os funcionários, como acertar os domingos e feriados e, assim, todos saem beneficiados.

Nesse contexto, vários erros são inadmissíveis, por exemplo, utilizar um controle de ponto de forma manual. Estabelecimentos que fazem anotações com papel e caneta podem gerar situações constrangedoras, como processos trabalhistas.

Outro ponto é o desrespeito aos limites da jornada de trabalho. Uma companhia que se preze deve atender as normas da CLT, e também ficar atenta às alterações dos acordos coletivos ou convenções coletivas para fugir de problemas com representantes da categoria e sindicatos.

Por isso, para saber como fazer uma escala de trabalho de qualidade é importante contar com um sistema de controle de ponto moderno, como o da GeoVictoria, uma das principais empresas do ramo do país.

No sistema da GeoVictoria é possível criar tipos de escala de trabalho e vinculá-las a um colaborador de forma automática para que ele acesse sempre que precisar.

Outro benefício é que o software permite a extração de relatórios otimizados para o planejamento das rotinas de trabalho feitas por gestores e RH. 

É ou não uma opção inteligente? Faça um controle de escala de trabalho inteligente agora mesmo!